Tesla (TSLA34) lucra US$ 2,26 bilhões no segundo trimestre de 2022, acima do esperado

Facebook
Twitter
LinkedIn

Ações registram volatilidade no pós-mercado após a divulgação dos números

 

A Tesla (TSLA34) teve um lucro líquido de US$ 2,26 bilhões no segundo trimestre de 2022, 98% acima na comparação com igual período do ano passado.

O lucro ajustado por ação foi de US$ 2,27 no segundo trimestre de 2022, acima do esperado pelo consenso da Refinitiv, de US$ 1,81. No after hours, logo após a divulgação dos balanços, os papéis chegaram a subir cerca de 4% no after hours, mas zeraram os ganhos. Às 17h56 (horário de Brasília), a alta era de 0,77%, a US$ 748,21.

A receita totalizou US$ 16,93 bilhões entre abril e junho, contra US$ 17,1 bilhões projetados pela Refinitiv.

Já as receitas automotivas representaram US$ 14,6 bilhões, com US$ 1,47 bilhão provenientes de serviços e outras receitas e US$ 866 milhões do segmento de energia da empresa.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado somou US$ 3,791 bilhões no 2T22, um aumento de 52% em relação ao mesmo período de 2021.

A margem Ebitda ajustado atingiu 22,4% entre abril e junho, alta de 1,6 p.p. frente a margem registrada em 2T21.

A Tesla teve uma geração de caixa de US$ 621 milhões no segundo trimestre de 2022, mantendo-se praticamente estável na comparação com igual etapa de 2021.

A fabricante de carros elétricos registrou margem bruta automotiva de 27,9%, ante 32,9% do trimestre anterior e 28,4% de um ano antes, impactada pela inflação e custos maiores de componentes em veículos elétricos.

No início deste mês, a Tesla relatou entregas de veículos de 254.695 carros elétricos para o período encerrado em 30 de junho deste ano, um crescimento de 27% em relação ao trimestre do ano anterior, mas uma queda de 18% sequencialmente. As entregas são a maior aproximação das vendas divulgadas pela Tesla.

A guerra na Ucrânia e os surtos de Covid na China exacerbou a escassez contínua de semicondutores e peças, juntamente com outros problemas na cadeia de suprimentos levaram a Tesla a suspender ou limitar temporariamente a produção em sua fábrica durante o segundo trimestre de 2022.

 

Por InfoMoney

 

Aulas ao vivo P5M, toda 3ª feira às 20h. Ao vivo e gratuitas, as melhores aulas que você já viu (palavra de honra) sobre como dominar os investimentos, negócios, finanças e empreendedorismo. Clique aqui e se cadastre.

Posts relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.