fbpx

Saiba quem é Caio Mário Paes de Andrade, novo presidente da Petrobras

Facebook
Twitter
LinkedIn

Andrade já ocupou cargos no Serviço Federal de Processamento de Dados e na Secretaria de Desburocratização do Ministério da Economia

Caio Mário Paes Andrade era empreendedor com formação universitária nos Estados Unidos

O Ministério de Minas e Energia anunciou na noite desta segunda, 23, uma nova troca na Petrobras, e o economista e empreendedor Caio Mário Paes de Andrade assumirá a presidência da empresa. Embora tenha experiência pequena no ramo do petróleo, Andrade já ocupou cargos no Ministério da Economia sob o comando de Paulo Guedes. Andrade tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista (Unip), pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e mestrado em Administração de Empresas pela Duke University. No setor privado, em 1999 adquiriu o provedor de internet STI, terceiro maior do país naquele momento, e outros 11; posteriormente, fundou a holding WebForce Ventures, que atua no mercado de TI, e o serviço HPG, que facilitava a criação de sites e foi vendido em 2002 para o Ig. Também atuou no mercado imobiliário de São Paulo, com Maber, empresa vendida em 2010 para a Lopes. É fundador e conselheiro do Instituto Fazer Acontecer, obra assistencial no sertão da Bahia.

Andrade deixou o setor privado e passou a atuar no poder público em 2019, quando assumiu o comando do Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO). Com bons resultados, ficou no cargo até 2020, quando assumiu a Secretária Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, onde é responsável pela Plataforma gov.br e buscava ajudar na transformação digital do governo. Ele também é membro do Conselho da Embrapa, onde representa o Ministério da Economia desde outubro de 2020, e do Conselho da Pré-Sal Petróleo (PPSA), estatal vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME) desde janeiro de 2021, em sua primeira experiência no setor do petróleo – o órgão é responsável por fazer a gestão dos contratos de partilha de produção, gestão da comercialização de petróleo e gás natural e representar a União em acordos de individualização da produção. Recentemente, Adolfo Sachsida, outro economista ligado a Paulo Guedes, se tornou o Ministro das Minas e Energia e defendeu a privatização da Petrobras.

Por Jovem Pan

 

Construa uma vida sem preocupações financeiras com o CRG, seu plano único e completo com todas as carteiras de investimentos, clique aqui

Posts relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.