Movimentos sociais e sindicalistas protestam contra governo na Argentina

Facebook
Twitter
LinkedIn

Manifestantes reclamam do “silêncio” de Alberto Fernández diante da disparada dos preços e agravamento da grave crise socioeconômica no país

 

Movimentos sociais, piqueteiros e sindicalistas argentinos realizam uma manifestação em diferentes pontos do país, nesta quarta-feira (20), para exigir um salário universal para setores mais vulneráveis da população.

Os manifestantes reclamam do “silêncio” do governo de Alberto Fernández diante da disparada dos preços e agravamento da grave crise socioeconômica na Argentina.

A inflação de junho chegou a 5,3%, o aumento dos preços foi de 36,2% somente no primeiro semestre e de 64% nos últimos 12 meses, segundo dados oficiais.

Analistas já projetam uma inflação acumulada de pelo menos 90% em 2022.

Os protestos de hoje, que segundo os dirigentes cortarão estradas em 60 pontos ao redor do país, exigem um salário básico universal de $15.000 para mais de 7 milhões de pessoas sem renda fixa. O valor equivaleria à cesta básica invidual para não estar sob a linha de indigência.

Os manifestantes também pedem aumento geral de salario para funcionários públicos e empregados do setor privado, aumento da aposentadoria mínima e mais auxílio para quem recebe um plano social.

As ruas argentinas são cada vez mais ocupadas por manifestações contra o grave contexto de crise.

O protesto de hoje foi convocado por setores de esquerda com maior interlocução com o governo, como a Associação de Trabalhadores do Estado (ATE) e o Movimento dos Trabalhadores Excluídos (MTE).

Os protestos anteriores que pediam maiores auxílios governamentais foram protagonizados principalmente por setores mais à esquerda do que o governo.

Nos últimos dias também houve manifestações de opositores de direita e de entidades agrárias, que reclamam da pressão tributária sobre o setor.

 

Por CNN Brasil

 

Aulas ao vivo P5M, toda 3ª feira às 20h. Ao vivo e gratuitas, as melhores aulas que você já viu (palavra de honra) sobre como dominar os investimentos, negócios, finanças e empreendedorismo. Clique aqui e se cadastre.

Posts relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.