fbpx

Bolsonaro pede para Petrobras (PETR4) não reajustar combustíveis e critica lucro da companhia

Facebook
Twitter
LinkedIn
Presidente Jair Bolsonaro teceu críticas ao ministro Alexandre de Moraes em fala sobre o IPI – Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

presidente Jair Bolsonaro voltou a tratar do tema dos preços dos combustíveis em sua live semanal transmitida por suas redes sociais. No mesmo dia em que a companhia divulga seu balanço e dividendos de R$ 41 bilhões, o presidente fez um pedido para que a Petrobras (PETR4) não eleve os preços, pois um novo ajuste poderia “quebrar o Brasil”.

Segundo cálculos da Abicom (Associação Brasileira dos Importadores de Combustível) publicados nesta quarta-feira (4), os preços da gasolina e do diesel no Brasil estão abaixo do patamar internacional. Para a gasolina, a paridade viria com um reajuste de 12%, enquanto o diesel teria que subir 24% para se equiparar aos preços internacionais.

O pedido do Bolsonaro para a Petrobras durante a live veio após o presidente dizer que não manda e que não interviria na companhia, o que, segundo ele, seria uma “irresponsabilidade”. Entretanto, o Bolsonaro criticou fortemente a empresa ao dizer que é um “crime” a Petrobras ter um lucro maior em meio a uma crise.

O mau humor do presidente com a companhia tem aumentado com a pressão internacional de aumento dos preços de energia após a invasão da Ucrânia pela Rússia no final de fevereiro. As reações internacionais ao governo de Vladimir Putin elevou a cotação do petróleo no mercado internacional. A commodity, que chegou a negociar a um preço negativo nos EUA no começo da pandemia, superou os US$ 100 o barril nas bolsas internacionais.

Mesmo após o início da escalada dos preços no mercado global, a Petrobras segurou a cotação no mercado interno por quase dois meses até que anunciou um reajuste de 19% no gasolina e de 25% no diesel em março.

A alta irritou o governo que buscava uma negociação no Congresso para criação de um mecanismo para conter o aumento, especialmente em um ano eleitoral. O movimento provocou a troca do então presidente da companhia, o general Joaquim Silva e Luna, que deixou o comando atacando o governo em uma série de entrevistas.

Após uma tentativa malsucedida de conduzir o empresário Adriano Pires, o governo emplacou o nome de José Mauro Ferreira Coelho no comando da petroleira.

Petrobras (PETR4) vai pagar R$ 3,71 por ação em dividendos

Petrobras anunciou nesta quinta-feira (5) que o Conselho de Administração aprovou o pagamento de dividendos no valor de R$ 3,715490 por ação preferencial e ordinária em circulação.

por Redação Suno Notícias

Conheça a Construção de Riqueza Guiada, nossa carteira de investimentos. Uma única assinatura e uma carteira completa:
https://loja.anti-fragil.com/carteira-af

Posts relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.